Salário Mínimo 2018 – valores e reajuste

O salário mínimo nada mais é que o menor valor que um empregador pode pagar aos seus funcionários. Esse salário é regulamentado por lei e válido em todo o território brasileiro, seja para os empregados urbanos ou rurais.

Atualmente, o salário mínimo, de acordo com a Constituição Federal de 1988, deve ser capaz de atender às necessidades básicas do trabalhador e de sua família, como alimentação, moradia, educação, saúde, higiene, vestuário, transporte, previdência social e higiene.

O valor de salário mínimo 2018

Periodicamente, o salário mínimo conta com um reajuste que possui como finalidade manter o poder aquisitivo do cidadão e prover tudo o que está previsto na Constituição.

Para definir o valor do salário mínimo, o governo baseia-se no percentual de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) dos dois anos anteriores, e procura cobrir a variação da inflação anterior. Visto isso, ficou acordado que o salário mínimo de 2018, vigente desde 1° de janeiro, seria fixado em R$954,00.

Tabela do salário mínimo ao longo dos anos

Acompanhe a evolução do salário mínimo ao longo das últimas duas décadas:

Ano Data da Vigência Salário Mínimo
2017 01/01/2017 R$937,00
2016 01/01/2016 R$880,00
2015 01/01/2015 R$788,00
2014 01/01/2014 R$724,00
2013 01/01/2013 R$678,00
2012 01/01/2012 R$622,00
2011 01/03/2011 R$545,00
2011 01/01/2011 R$540,00
2010 01/01/2010 R$510,00
2009 01/02/2009 R$465,00
2008 01/03/2008 R$415,00
2007 01/04/2007 R$380,00
2006 01/04/2006 R$350,00
2005 01/05/2005 R$300,00
2004 01/05/2004 R$260,00
2003 01/04/2003 R$240,00
2002 01/04/2002 R$200,00
2001 01/04/2001 R$180,00
2000 03/04/2000 R$151,00
1999 01/05/1999 R$136,00
1998 01/05/1998 R$130,00
1997 01/05/1997 R$120,00
1996 01/05/1996 R$112,00
1995 01/05/1995 R$100,00
1994 01/09/1994 R$70,00

Reajuste do salário mínimo

Como dito anteriormente, o valor do salário mínimo conta, periodicamente, com um reajuste que visa a auxiliar brasileiros em todo o país. Este ano, o Presidente da República, Michel Temer, assinou o decreto que garantiu o reajuste nacional do salário mínimo 2018.

Dessa forma, a partir do dia 01 de janeiro de 2018, o valor do salário passou a ser de R$ 954,00.

Durante o ano anterior (2017), o valor do salário gerou polêmica por conta da proposta de 1,8% de aumento, passando de R$ 937,00 para R$ 954,00, que ainda assim ficou muito abaixo do que seria o ideal.

Cálculo do salário mínimo

Para definir o valor do salário mínimo, o Governo segue uma base de cálculos que levam em consideração diversos fatores, e assim fornecem o reajuste.

Para realizar tais cálculos, é preciso levar em consideração o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil e o crescimento das taxas do país. Em síntese, trata-se de uma conta bastante delicada, a qual o Governo deve se basear para avaliar qual o melhor percentual de aumento para o salário mínimo 2018 (visando também ao fato de que deve ser um fator positivo de arrecadação).

Mais do que um direito, o reajuste do salário mínimo é uma grande manobra do Governo Federal junto ao Estado para aquecer a economia do país.

Visto que já é possível observar uma menor inflação em 2018, quando comparado ao ano anterior, é concebível esperar por aquecimento da economia e consequente retomada do crescimento do país.

Dessa forma, o salário mínimo 2018 não causa impacto somente para os funcionários, mas também para a Previdência Social como um todo (e para aqueles que recebem seus benefícios).

Cálculo do salário líquido 2018

Quando se fala em salário líquido, trata-se do valor que efetivamente chega às mãos do trabalhador todo mês. Isso porque, dentro do valor total de direito do cidadão, são descontadas uma série de taxas para pagamento de impostos e contribuições obrigatórias por parte dos sindicatos e do Governo Federal.

Saiba quais são os principais descontos presentes na folha do trabalhador:

  • Contribuição sindical;
  • IRRF: de 0 a 27,5%, dependendo do salário do trabalhador;
  • INSS: de 8 a 11%, dependendo do valor do salário do trabalhador;
  • Vale transporte: até 6% do salário;
  • Vale refeição: até 20% do salário;
  • Pensão alimentícia (se aplicável);
  • Atrasos e faltas (se aplicável);
  • Assistência médica (se aplicável).

Dentre os descontos mencionados acima, o INSS é sempre obrigatório em qualquer caso.

Um trabalhador que recebe o piso nacional de R$ 954, considerando o salário mínimo 2018, deve pagar R$ 76,32, mensalmente, ao INSS, sendo que seu salário líquido (o que ele realmente terá em mãos) passa a ser de R$ 877,68.

Salário mínimo pelo mundo

O esperado é que, neste ano, o valor do salário mínimo seja reajustado para R$1020,00 (vigência em 2019), o que é um valor consideravelmente bom, levando em consideração os outros países da América Latina, sendo assim, o maior salário mínimo entre os países pertencentes à América do Sul.

Por outro lado, o salário mínimo 2018 é inferior a todos os salários mínimos dos países europeus. Na Europa, o menor salário mínimo é o da Bulgária, onde o mínimo nacional está estabelecido em 184 euros mensais (que convertidos em reais ultrapassa o valor atual do mínimo brasileiro).

Valor do salário mínimo regional 2018

No Brasil, é possível mencionar alguns Estados que não seguem a regra nacional do salário mínimo e estabeleceram seus próprios valores. Trata-se do salário mínimo regional, que apesar de contar com valores definidos pelos Estados, jamais poderá ser inferior ao nacional.

Confira a média regional dos estados que adotaram seu próprio salário mínimo 2018:

  • São Paulo – Piso salarial 2018: O salário mínimo no Estado é de R$ 1.000,00, podendo variar e ser bem maior (depende da atividade exercida).
  • Rio de Janeiro – Piso salarial 2018: O salário mínimo no Rio é de R$ 1.052,34, superando a média nacional e, podendo ser mais alto, dependendo do cargo do funcionário.
  • Rio Grande do Sul – Piso salarial 2018: O salário mínimo no Rio Grande do Sul encontra-se em R$ 1.103,66, podendo ser mais alto, dependendo do cargo do profissional;
  • Santa Catarina – Piso salarial 2018: O salário mínimo em Santa Catarina é de R$ 1.009,00 e também pode ser maior, de acordo com a atividade que o profissional desempenha.
  • Paraná – Piso salarial 2018: O salário mínimo no Paraná parte de R$ 1.052,34 e pode ser maior, também de acordo com o cargo praticado pelo trabalhador.

Tenha acesso aos informativos sobre o salário mínimo 2018 no Diário Oficial-e

Por meio do Diário Oficial-e, é possível acessar informativos e outros materiais publicados no Diário Oficial da União.

O portal do Diário Oficial-e também disponibiliza a opção de publicar nos veículos de comunicação legais do Governo: o Diário Oficial da União, dos Estados e dos Municípios.

Navegue pelo site para obter maiores informações.

Como nós podemos te ajudar?

Clique no botão abaixo para tirar suas dúvidas.

Cadastre-se em
nossa Newsletter