Publicar ata de reunião

A atas de reunião são muito utilizadas em diversos órgãos públicos, condomínios e em empresas. Para fazer esse documento, é preciso seguir alguns requisitos importantes de formatação e diagramação. Além disso, alguns tipos de atas precisam ser publicadas no Diário Oficial. 

Leia, neste artigo, o que é, como escrever e quando é necessário publicar ata de reunião.

O que é uma ata de reunião?

A ata de reunião é o documento utilizado para registrar informações importantes ocorridas em reuniões. A partir da ata, todos podem tomar conhecimento das decisões, de modo que ela serve também para dar publicidade e registrar formalmente tudo o que foi tratado em um encontro.

Esse documento pode ser utilizado para registrar questões políticas, como reuniões da câmara de vereadores de uma cidade, ser usado em reuniões de condomínios e em registros formais de órgãos públicos, por exemplo.

Como escrever uma ata de reunião?

Normalmente, o secretário é a pessoa designada para elaborar a ata. Porém, o documento também pode ser redigido por estagiários, assessores e outros profissionais. Independentemente de quem a elabora, basta que cumpra alguns requisitos para que a ata seja válida. 

Veja como escrever uma ata de reunião de forma correta:

  • Faça a ata em um livro de atas ou com um editor de textos no computador;
  • Coloque margens dos dois lados da folha caso opte por um livro de atas;
  • Não coloque parágrafos e abreviaturas de palavras;
  • Cada número escrito deve ser por extenso;
  • Não faça nenhum tipo de rasura ou emenda;
  • Não use corretivo na folha da ata;
  • Utilize os verbos no pretérito perfeito do indicativo;
  • Para opiniões divergentes, utilize verbos de elocução.

Para fins de elucidação, o pretérito perfeito do indicativo é aquele que fala do passado. Um exemplo seria: “João da Silva foi até o local e solicitou informações”.

Já os verbos de elocução são os que anunciam ou introduzem alguma fala. Um exemplo desse tipo de verbo é: “Ele não falou comigo quando foi até o local – disse Maria dos Santos.

Já as outras orientações são obrigatórias, tendo em vista que a ata é um documento oficial e que pode servir como meio de prova. Por isso, não pode ser alterado, e de nenhuma forma é possível acrescentar outras informações uma vez que esteja pronto.

Saiba mais: Passo a passo para fazer uma ata de reunião

Quais atas devem ser publicadas?

Publicar ata de reunião no Diário Oficial é obrigatório em determinadas situações. Veja alguns exemplos:

  • Ata de aprovação de atos quando o seu efeito for erga omnes (atingem a todos);
  • Ata de eleição presidencial de conselho de administração;
  • Ata de Assembleia Geral Extraordinária (AGE);
  • Ata de Reunião do Conselho de Administração (RCA).

Entre em contato com o Diário Oficial-e e solicite os serviços relacionados a publicar ata de reunião!

    Cadastre-se em
    nossa Newsletter